Cinco técnicas para te ajudar a focar nos estudos!

O estudo é o eterno companheiro do universitário em sua jornada acadêmica, sendo ele um grande aliado ou o mais perverso dos inimigos. Em tempos onde a atenção está a todo momento sendo puxada para todos os lados, manter a concentração na hora de estudar tem se tornado uma tarefa difícil. O mero ato de sentar-se para começar o estudo já é uma batalha, pois tanto a força de vontade quanto o entusiasmo simplesmente parecem ter se esgotado. E ainda que o estudante consiga transpor esses obstáculos não é incomum que se passem horas intermináveis, com o rosto enfiado nos livros, sem absorver um único parágrafo sequer. Muitos universitários se encontram nessa situação. Isso resulta em um péssimo rendimento acadêmico e uma frustração crescente, que por sua vez mina ainda mais a vontade de estudar, acabando em um grande ciclo vicioso de notas ruins. No meio universitário, estudar é tão importante quanto respirar, e sem o estudo suas chances de conseguir uma graduação são extremamente baixas. Uma verdade amarga, sem dúvida. Foi pensando nisso que a equipe do HI-CAMP escreveu esta matéria. Usando cinco técnicas funcionais e simples, você poderá não apenas aprender a como manter sua concentração na hora de estudar, como também tornar essa atividade muito menos angustiante e, talvez, mais prazerosa.

0
12

  1- Elimine as distrações 

            Como foi dito anteriormente, nossa atenção está a todo momento sendo puxada e esticada, por isso essa pode ser a mais importante das técnicas. Ao se sentar para estudar remova tudo o que pode servir como distração. Remova objetos de seu campo de visão; limpe seu local de estudo; avise parentes e amigos que você está estudando e peça para não ser incomodado, desligue o celular ou o computador e os esconda em algum lugar longe de você, ou caso precise deles para estudar, ligue o modo avião. Faça tudo ao seu alcance para remover distrações.

   2 – Tenha uma folha de distração. 

        A técnica anterior é sem dúvida muito poderosa se feita da maneira correta, porém ela pode te proteger apenas das distrações externas, e é aí que entra a folha das distrações. A técnica consiste em uma folha em branco onde deve-se anotar todas as distrações que surgirem em sua mente durante o tempo de estudo. Mantenha a folha ao seu lado quando for estudar e anote de imediato todas as distrações. Pode parecer simples, mas o simples ato de escrever seus pensamentos pode ajudar bastante.

          3 – Encontre o local ideal 

         Sempre dê preferência pelo conforto e pela paz. Qualquer lugar onde você não seja incomodado e fique à vontade para ficar um longo período de tempo é uma boa escolha; seja seu quarto, sala, escritório, cozinha ou até mesmo na biblioteca de sua faculdade.  

               Além disso, escolher ter apenas um local de estudo. Fazendo isso você condiciona seu cérebro a associar aquele local a atividade, o que facilita o processo.

             4 – Use a técnica do cirurgião.

            Assim como um cirurgião, que durante uma operação apaga todas as luzes da sala deixando apenas uma única lâmpada iluminando a mesa de cirurgia, essa técnica funciona da mesma maneira.  Não se preocupe, não te pediremos para operar ninguém, o procedimento é muito mais simples. 

 Vá até seu local de estudo e apague  todas as luzes, e com a ajuda de uma luminária, lanterna ou até mesmo celular, projete um facho de luz sobre sua mesa de trabalho. Com isso, a luz dará um destaque único ao o material a sua frente, facilitando para sua mente se concentrar. 

  5 – Faça pausas e respeite seu limite de tempo. 

          Fazer pausas em intervalos regulares de tempo ajudam a não deixar a mente  sobrecarregada. Use a medida de tempo que seja mais confortável. Estude por meia hora e descanse cinco minutos; uma hora e dez de descanso; e por aí vai. Porém, aconselhamos que o período de estudo não deva exceder mais de duas horas, e nem o descanso deve ser maior do que trinta minutos. 

 Ao final, descubra quantas horas de estudo você suporta por dia e não se atreva a exceder esse tempo. Por mais tentador que seja estender o trabalho apenas mais um pouco, isso pode ser prejudicial para sua mente, que já estará desgastada e não conseguirá absorver conteúdo da mesma maneira. É inútil tentar forçar além de seu limite, por isso nem tente.

   Essas foram nossas dicas para facilitar seus estudos. Esperamos que elas sejam úteis e que possam mudar o rumo do seu desempenho acadêmico. 

              Autor: Mateus Alves Teixeira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here